domingo, 8 de março de 2009

Uma porcaria, a primeira!

Tenho tanto, tanta lava dentro de mim, tanta matéria incandescente que não conheceu a forma de se colocar para fora. Praticamente um vulcão que nunca entrou em erupção; essa é minha cabeça, esses são meus pensamentos, esse é meu coração.
Pode parecer muita audácia de minha parte, mais algo me diz que se conseguisse libertar tudo isso que guardo dentro de mim, talvez pudesse ajudar ou ao menos diminuir o sofrimento de alguém que compartilhe das mesmas alegrias e frustrações que eu, e porque não compreender aquela pessoa mais alheia a minha realidade, porque se existe uma coisa que eu venho aprendendo, é que nesse mundo as coisas mais improváveis podem acontecer ao abrirmos os olhos para um dia de sol.
Por isso queria escrever, escrever e escrever sem parar, sem dar pausas pra me situar, pra ponderar minhas palavras, expressões, simplesmente escrever aquilo que menos calhar, aquele fato bizarro que me vier na cabeça, àquela fofoca da vida do vizinho, aquela tristeza mais profunda e a alegria mais plena.
EU definitivamente NÃO estou preocupada com o bagaço que está o meu cabelo, com a minha calça Jens velha e com o meu All star branco que está encardidiiiiissimo, eu só estou tentando ser feliz, arrumar um namorado e mudar de emprego!
Não que eu seja uma pessoa infeliz, ou menos, amarga; sou doce, às vezes tanto que chego a ser enjoativa. Mais eu quero mais, e não me considero uma pecadora por isso.
Sou movida a emoções, me alimento de superações e meu maior prazer são as alegrias do dia a dia e mais ainda as das madrugadas dos fins de semanas!
O que acontece é que ultimamente meus fins de semanas viraram reprise, de uma história que eu já estou careca de saber como vai acabar!
Eu preciso ver estrelas, preciso ir e vir, preciso sonhar e emagrecer também.
Preciso conhecer alguém que me desperte que me provoque e que me compreenda; que aprenda gostar de mim por dentro, e que também me faça gostar dele assim!
Mais já decide, vou paquerar um menino, às vezes ele não seja tão babaca e cretino quanto parece!
Uma coisa eu sei, estou pronta, e vou conseguir chegar, seja lá onde for que eu esteja indo!

Um comentário:

.daia. disse...

Ah que lindo esse texto de primeiro post!
=]

bem vinda ao blog amilga
beijoooooooo